As duas estradas

A que Jesus propos, e a que os homens querem propor. A reta, única, constante estranha do Senhor, e a inconstante estrada dos homens, que sofre mutação a cada dia, conforme os achismos individuais, para adaptar as suas necessidades e estilos de vida.

Entrai pela porta estreita (larga é a porta, e espaçoso, o caminho que conduz para a perdição, e são muitos os que entram por ela), porque estreita é a porta, e apertado, o caminho que conduz para a vida, e são poucos os que acertam com ela.” (Evangelho de Mateus 7 : 13-14)

Perto de findar o famoso Sermão do Monte, Jesus nos incita a pensar sobre o caminho e escolhas que estamos tocando, qual estrada percorremos, qual porta adentramos, qual fundamento nos apoiamos?

Esse texto nos mostra algo importante, esse sermão nos mostra: a diferença do caminho proposto por Deus, e os diversos caminhos que vamos simbolizar como o caminho proposto pelos homens. Há quem diga que se todos pensam algo, e você é a minoria, ou quem sabe o único que pensa diferente, você deve enterrar seu pensamento pois o mundo não pode estar errado. Existe um ditado parecido com algo assim. Na verdade meu querido, eu quero lhe afirmar que sim, e infelizmente, o mundo está errado.

Poucos hoje são aqueles que conseguem ter uma vida em busca da santidade que alegra o coração do único Deus verdadeiro. Poucos são os que escolhem tomar uma decisão de buscar, cultivar e firma-se em valores divinos, enquanto diariamente entram em choques com os valores do mundo, e então recebem rótulos dos mais diversos possíveis, daqueles que todos riem e você fica sem saber o que fazer.

Mas muitos são aqueles que estão dispostos a pagar o preço que for para serem populares, para serem queridos, ou simplesmente para serem aceitos. Mudam as roupas, o cabelo, o visual, o jeito de andar, aprendem gírias, mudam o humor para piadas chamadas se “humor negro” ou quem sabe “piadas baixas”, passam a achar careta o que os mais velhos pensam e aprenderam com os erros da vida, e entram na onda vibe de ser.

Mas o interessante é que o Senhor Jesus veio para pregar uma palavra, palavra essa de boas novas, com autoridade e fundamento, sabendo exatamente aquilo que nós sabemos, e aquilo que não sabemos, mas que aos poucos nos é revelado, e um dia, todo o véu será retirado. E ele nos fala que muitos são os que andam pelo caminho que conduz a perdição, ou seja, caminho sem volta, caminho que te leva para o famoso “báu báu”, para a morte. Já poucos, os que acertam pela porta apertadinha, de dificuldade, de conflitos com esse mundo, mas de conformidade com os céus, conformidade com nosso Papai que está lá pronto a nos receber e nos amar.

Homens e mulheres hoje nascem e cedo já conhecem a dor da rejeição, a dor provocada por pessoas que vivem e sempre viveram a mentira, e na mentira, que este mundo propõe, e esta dor começa a corromper seu coração, sua alma, seu ser. O homem nasceu para ser feliz, amado, querido, aceito, pelo seu criador, pelo seu Pai maior, pelo seu grande amigo, e também para serem um corpo forte, unido, uma noiva de um noivo amável, afetuoso, respeitoso e atencioso. Mas infelizmente os pais hoje não conhecem essa verdade, pois provavelmente seus pais não sabiam, e já começaram a viver as mentiras logo cedo. E então as criancinhas já tem que se adaptar a este mundo, e na busca sem instrumentos sólidos, acabam por se perderem, adentrando portas largas e espaçosas.

Não é preciso esperar muito, para com simples observações vermos o mau que estes caminhos levam aos homens. Desde cedo começamos a ver as áreas destas pessoas morrendo, manchas surgindo dentro de suas almas. Como reagir a tudo isso? Bem, deve ser normal, deixa-me confirmar!!? Olho para a direita, para a esquerda, é… realmente é normal.

Infelizmente, deveria saber que a confirmação está no alto, é de lá que temos que buscar nossas respostas, anseios, necessidades. O Senhor Jesus disse um pouco a frente, no mesmo capítulo que sábio e prudente eram aqueles que ouviam suas palavras e praticavam, pois eram comparados a homens que edificaram suas casas sobre a rocha. Então vieram todo o tipo de dificuldades que pode haver nessa vida, e nem chuva, nem rios transbordando, nem ventos não foram capazes de derrubar essa casa.

Já teve aqueles que ouviram a sua palavra, mas não resolveram praticar. Descordaram, acharam que Deus não era daquela forma, e sim da forma que imaginaram, conforme as suas sólidas experiências, análises e conhecimentos profundos sobre as coisas de Deus, coisas estas adquiridas no mundo, vivendo as coisas do mundo, seja ativamente, seja passivamente. Estes, edificaram suas casas sobre a areia, como insensatos, e certamente ou a chuva, ou os ventos, ou os rios acabaram derrubando esta casa, fazendo-a desabar, e grande foi a ruina.

Não precisamos ver isto como passado, pode ser presente também, ou quem sabe futuro. O certo é que o Senhor Jesus disse que sua palavra não passará, ou seja, é válida para nós hoje, e Ele nos faz um convite, e este convite é: saia da estrada do mundo e vá para a estrada que Deus tem para você.

Se você adentrou portas espaçosas  e largas, que te conduziram a perdição, saibas que hoje há uma porta bem a sua frente, que é bem apertada, mas é uma porta de Deus. Provavelmente você terá que se despir para poder passar por esta porta. Vai ter que tirar seus valores, seus pensamentos, seus achismos, suas filosofias, sua religião, seu orgulho, seu ego, e terá que passar assim, praticamente pelado, mas com uma alma ardente pela presença de Deus, por viver caminhos de paz, por ser aceito por um Deus que jamais te desprezará, mas que te amará eternamente. Que amará ver você assim como verdadeiramente é, porque foi justamente Ele mesmo que escolheu que você fosse dessa maneira. E sabe de uma coisa? Não há nada de errado com sua maneira, simplesmente você viveu com pessoas que não se aceitam, e por isso passaram a não aceitar também as pessoas que estão ao seu redor. Mas hoje você vai se aceita, porque está descobrindo agora que é amado e querido.

Hoje chegou o seu dia de mudar de vida. Fazer como João Batista fez, pois ao encontrar Jesus Cristo, entendeu que deveria diminuir dele mesmo, para que Jesus pudesse crescer. Faça você também o mesmo, diminua de si mesmo, e deixe Deus crescer dentro de ti, e verás que o melhor de Deus ainda está por vir.

Jesus te ama, e eu também.

Buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.” (Evangelho de Mateus 6 : 33)

Ricardo de Magalhães Cruz ( 12 de fevereiro de 2009 )
Bíblia de estudo Almeida

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s