Quero ser vaso, que se quebra e refaz, nas mãos do oleiro

Vasos entregues e confiantes nas mãos do oleiro

Jeremias 17:7-10 ; 5-6

Bendito o homem que confia no Senhor, e cuja confiança é o Senhor.
Porque será como a árvore plantada junto às águas, que estende as suas raízes para o ribeiro, e não receia quando vem o calor, mas a sua folha fica verde; e no ano de sequidão não se afadiga, nem deixa de dar fruto.
Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá?
Eu, o Senhor, esquadrinho o coração e provo os rins; e isto para dar a cada um segundo os seus caminhos e segundo o fruto das suas ações.
Jeremias 17:7-10

Assim diz o Senhor: Maldito o homem que confia no homem, e faz da carne o seu braço, e aparta o seu coração do Senhor!
Porque será como a tamargueira no deserto, e não verá quando vem o bem; antes morará nos lugares secos do deserto, na terra salgada e inabitável.
Jeremias 17:5-6

1 – Tudo começa na confiança e na esperança no Senhor Continuar lendo

Desafiando Gigantes

Jesus olhou para eles e respondeu:

— Para os seres humanos isso não é possível; mas, para Deus, tudo é possível. (Mateus 19:26 NTLH)

Acabo de assistir a um filme, chamado Desafiando Gigantes – Facing the Giants. Esses dias eu assisti muitas produções interessantes deste século, mas nenhum que me fez chorar perante a beleza e tamanho do meu Deus, um Deus que escolhe aquele que não é nada, para confundir aqueles que acham que são. Um Deus que pega o fraco e demonstra a sua glória. Um Deus que exalta o fraco, que traz dupla honra ao humilhado, como disse o Senhor, bem aventurado os humilhados, pois serão exaltados (por Deus e não por si mesmos).

Aqui abre um ponto interessante, Muitos acham que isso significa cruzar os braços e esperar Deus fazer tudo, mas como diz no filme, existiam 2 agricultores que precisavam de chuva, e os dois oraram pedindo a Deus. Um deles, após, foi preparar o campo para o plantio e para receber a chuva. Qual dos dois é você? Você precisa preparar seu campo porque Deus quer te abençoar.

Continuar lendo

Sonhando junto com Deus

Sonhar junto com Deus as vezes parece estranho. Parece haver um divisor de águas muito grande, algo do tipo, Deus se preocupa com as coisas espirituais como a salvação dos homens, e os homens se preocupam com coisas materiais, como um carro novo, uma casa própria, ou falando sobre o que está na mídia, um produto da Apple por exemplo, como o iPhone ou iPad. Continuar lendo

Os espíritos do espiritismo são de Deus?

1 Jo 4 : 6 Nós somos de Deus; aquele que conhece a Deus ouve-nos; aquele que não é de Deus não nos ouve. Nisto conhecemos nós o espírito da verdade e o espírito do erro.

Leitor:
“Meus irmãos uma coisa que eu percebi foi todos dizerem que os espiritos são demónios, Paulo de tarso disse para obersevarmos se o espirito vem de Deus ou não, bom se todos os espiritos são demónios então qual seria o sentido dos demonios falar o nome de Jesus? no livro dos espiritos Allan Kardec pergunta “Qual é o nosso modelo e guia” a resposta vem “Jesus”, ora qual é afinal objetivo desses demonios? será que eles(demónios) se preocuparia em envagelizar? será que eles se preoculpariam em dizer perdoai até o nossos inimigos? Será que o demonios diria fora da caridade não ha salvação? pois bem meus amados através disso vemos que o espiritismo é unica religião que consegue converter o mal para o bem….enquanto que até hoje nenhuma conseguiu…Então não é através de um espirito inferior que todos os espiritos serão condenados não é mesmo? …”

Mensagem:
Maravilhoso esse comentário. Primeiro é que todos os espíritos não são demônios, existe um maravilho e doce Espírito Santo de Deus. E anjos de Deus algumas vezes são tratados como espíritos (entes espirituais). Quanto as outras perguntas, interessantíssimas, as respostas são:

SIM! Fariam e diriam. Aliás, fazem e dizem.  Continuar lendo

Obedeça o que diz na Bíblia, é a melhor coisa que pode fazer neste mundo, e na sua vida!

Você acredita em Deus? Acredita em Jesus? O que acredita dele? Foi um bom homem? Um grande filósofo? Foi um enviado de Deus? Podia falar por Deus? Sabia quem era Deus? Ele era Deus?

É importante sabermos o que realmente acreditamos, no que se baseia nossa fé. Seria ela volátil, dependendo sempre de nossos valores e interesses atuais? Ou acreditamos naquilo que está escrito sobre Ele? Porque a partir do momento que eu não acredito no que está escrito, e limito-me a acreditar naquilo que pra mim tem lógica, eu limito o ser de Jesus, a sua inteligência, conhecimento a minha lógica e conhecimento? Eu limito Deus ao meu pensar e saber. Já parou para pensar nisso?

A palavra de Deus não precisa ser ou ter lógica para você, para ser verdadeira e real. Não depende que homens definitivamente comprovem se foi alterada ou não, que as especulações sejam satisfeitas, para ser verdadeira. A palavra de Deus se garante nela mesmo! Se garante em uma promessa, na qual diz que “O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não hão de passar.”  (Mateus 24 : 35) ou ainda “Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, nem um jota ou um til se omitirá da lei, sem que tudo seja cumprido.”  (Mateus 5 : 18)

Isso aí é Jesus, e isso vale para as palavras que foram lançadas enquanto pregaram ou da lei e dos profetas, ou do que foi testificado deles pelos apóstolos, díscipulos, inspirados pelo Espírito Santo de Deus. Não sei se lembram, mas no princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.”  (João 1 : 1)

Consegue entender isso? Então acho que já temos elementos o suficiente para saber se você é um cristão, ou se você é um eumesmão que usa Cristo ou a bíblia quando convém. E se você acredita em Cristo, vamos ver até onde ele acreditava na sua própria palavra ou não. Sim, me refiro a parte mais renegada da bíblia, o antigo testamento.

Ele foi oprimido e afligido, mas não abriu a sua boca; como um cordeiro foi levado ao matadouro, e como a ovelha muda perante os seus tosquiadores, assim ele não abriu a sua boca. … Todavia, ao SENHOR agradou moê-lo, fazendo-o enfermar; quando a sua alma se puser por expiação do pecado, verá a sua posteridade, prolongará os seus dias; e o bom prazer do SENHOR prosperará na sua mão.” (Livro do profeta Isaías 53 : 7,10 ; conferir todo o cap.)

Mas Deus assim cumpriu o que já dantes pela boca de todos os seus profetas havia anunciado; que o Cristo havia de padecer.” (Atos dos Apóstolos 3 : 18)

E, indo um pouco mais para diante, prostrou-se sobre o seu rosto, orando e dizendo: Meu Pai, se é possível, passe de mim este cálice; todavia, não seja como eu quero, mas como tu queres.”  (Evangelho de Mateus 26 : 39)

E, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz.”  (Livro de Filipenses 2 : 8)

Continuar lendo

Salvação: Jesus e o Bom Samaritano

Vem chegando o Natal e então começamos a nos recordar do nascimento do Senhor Jesus. Para que Ele veio, para que nasceu? Qual o propósito? Então muitas vezes começamos a pensar em salvação, ou como deveríamos ser, nos comportar, agir, amar. Eu sei que muitos de vocês pensam a respeito disso.

E é pensando nisso que me lembrei de uma figura muito reconhecida dentro de várias religiões que se dizem cristãs, ou simpatizantes, etc. E esta figura é a do bom samaritano, uma das figuras que Jesus utilizou para pregar o reino dos céus. Então fica a pergunta no ar, será que esta figura é a que devemos ter ao pensar como devemos ser ou nos comportar, ou ainda, a figura para nos assemelharmos ao buscar o reino dos céus, a nossa salvação? Bem, a resposta é sim, e não. Vamos estudar um pouquinho a respeito?

Continuar lendo

O poderoso poder da Bíblia Sagrada

BÍBLIA – Qual é o seu propósito?
fonte: www.estudobiblico.com.br

O fator mais importante, que classifica a Bíblia como o livro mais singular, é a influência que ela tem sobre a vida dos homens. Embora a Bíblia seja um grande tesouro com respeito à sua contribuição para humanidade em literatura, filosofia e história, o maior valor deste livro se encontra na grande influência  que exercem sobre as pessoas. Através de suas páginas o homem se vê exposto quanto à sua verdadeira condição diante de Deus, a palavra de Deus é como uma espada que penetra até os pensamentos e propósitos do homem e o convence de seus pecados diante de Deus (Hb 4:12 “Porque a palavra de Deus é viva, e eficaz, e mais cortante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até ao ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e propósitos do coração.”). Santo Agostinho era um homem indisciplinado e libertino em sua juventude, porém Continuar lendo