Mensagem aos espíritas que gostariam de conversar!

Post para os espíritas que querem entrar em contato. Após lê-lo, e passar pelos critérios, terei o maior prazer em conversar com vocễ. Tenho percebido 2 linhas de e-mails, por isso, para essa linha, pego o último e-mail e deixo este post, assim a produtividade fica maior. Obrigado e que Jesus nos abençoe.

Últimas perguntas que recebi que o teor da resposta pode fazer a triagem:

Amigão.. vc existe mesmo??? Vi um vídeo de uma entrevista sua no youtube.
Meu Deus do céu… Vc existe mesmo?
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Custo a crer que um dia vc foi espírita, quanto mais 20 anos.
Como é que vc tem a audácia de dizer que os bons espíritos nos abandonam?
Vc passou 20 anos no espiritismo e nunca ouviu falar na sintonia de pensamentos?
Que ao sintonizarmos com bons espíritos, logo estes estarão ao nosso lado e ao sintonizarmos com pensamentos inferiores estes também se achegarão?
Ora, meu Senhor… Realmente o movimento espírita não perdeu muita coisa. kkkkk
A sua carta é muito engraçada! Na verdade vc nunca ouviu nem falar de Jesus na casa espírita né?
Acho que não…
Na verdade vc nunca estudou foi nada! Nem a vida de Kardec!
Deveria pelo menos respeitar o espiritismo antes de falar. Foram 20 anos de dormência do Sr.
Sim… Eu nasci no Espiritismo, passei 2 anos no catolicismo e mais 3 anos no Protestantismo para estudar.
Adorei. Fiz muitos amigos… Porém sabemos que nada é melhor do que ter a fé raciocinada, né verdade?
Sou Espírita com orgulho e estou orando pelo senhor.
Por falar em fé raciocinada, Vamos fazer o seguinte… Já que o Sr. agora é evangélico, procura pelo menos estudar a sua religião.
Tenta ver algumas traduções fiéis da bíblia. Procura encontrar explicação para todos os erros de tradução
do hebraico para o português… Adentra na história e estuda sobre os tantos concílios que deram origem à bíblia de hoje.
Frequentei o protestantismo por 3 anos e nem por isso saí dando testemunho à mídia sobre as barbaridades q lá presenciei.
Jesus não deixou religião, Amado! Ele afirmou que seus discípulos se reconheceriam por muito se amarem.
Tenta fazer isso e já tá tudo certo… Tenta ser melhor dentro da sua casa com a sua família, blz!
Que agora pra vc “família” é obra do acaso, né… rsrss… Já q não existe reencarnação! rsrsrsrs

O Senhor DEUS me deu uma língua erudita, para que eu saiba dizer a seu tempo uma boa palavra ao que está cansado. Ele desperta-me todas as manhãs, desperta-me o ouvido para que ouça, como aqueles que aprendem.Isaías 50:4

E toda a língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus Pai.Filipenses 2:11

A Bíblia diz que o tolo se passa por sábio quando calado. Ou o seu Pestallozzi diz que devemos ouvir e completar o raciocínio alheio, para depois racicionarmos e por último, falarmos ou escrevermos. E este pode ser um primeiro ensinamento bíblico para você, pois foi para mim, e eu vejo como enorme.

O primeiro que tenho a dizer é que os concílios são prospectações de que neles haveriam realizados mudanças na bíblia para aumentar o poder político. Saiba também que os escritos encontrados em uma caverna do mar morto na última década, datado de 1 século dc, onde encontramos o livro inteiro do profeta Isaias (fortemente bíblico e cristão) e diversos fragmentos de outros livros que não me recordo, demonstraram 99.9% de semelhança com o que temos hoje.

Existem uma série de institutos de estudos bíblicos sérios e reconhecidos, e nenhum deles confirmam o que está dizendo. Muito pelo contrário, os livros chamados apócrafos são considerados não canônicos, pelo seu conteúdo distoante conforme a bíblia, servindo apenas de base histórica para o período entre 4ac e a era cristã. Esses livros são encontrados nas versões católicas, e não nas evangélicas. Aliás, gostaria de saber qual o fundamento que os espiritas utilizam para declarar sobre estes concílios como verdade. Em falar nisso, aqui está uma grande verdade em seu meio. O espiritismo tenta explicar 90% do que diz, e o espirita leva a ferro e ferro 100% do que ele diz, inclusive o que diz que ainda não temos condição de compreender mas que é assim assim e assado. Interessante não?

Você, que é um dito conhecedor da vida de Kardec está agindo diferente do que ele ensinou. Ele começou a sua obra como aquele que analisa o que está estudando e observando, tenta entender toda sua lógica e contexto, o seu porque e suas conclusões, e só depois coloca isso em confronto com o que já sabia ou achava que sabia. Aprendeu isso com Pestallozi, onde teve sua formação em seu instituto. Finaliza a sua doutrina dizendo que se entende como certa, mas se algo for encontrado que anule parte ou o todo do que diz, que ela seria humilde o suficiente para se dobrar perante aquilo. Mas pelo visto, a vaidade de muitos tem atrapalhado um pouquinho isso. Mas também é normal. Imagine se Kardec houvesse julgado e condenado as pessoas que participavam das reuniões das mesas girantes antes de se aprofundar? Não existiria o espiritismo. Pena que os pontos que se baseou para afirmar como verdadeiro somente definem como verdadeiro o mundo espiritual, e não a sua mensagem. O raciocínio do homem  também não é suficiente para julgar um contexto espiritual. Mas se o querem fazer, é só falar que é como aqui. Então fica fácil, e lógico para nós, que somos homens, e conhecemos as coisas daqui. Interessante não? Teorias e verdades, qual a diferença mesmo? Mas tornando, assim como as pessoas que veem Jesus e condenam a sua mensagem, ou os que o seguem, não se tornam cristãos. Espero que todos um dia venhamos a concordar um pouco mais com Salomão, onde retratou tudo isso é como vaidade e correr atrás de vento.

Mais do que lei de sintonia do que se trata, ela fala mais. Diz que deve tomar cuidado ao se tornar medium, pois ao desenvolver a mediunidade, e já desenvolvida abandoná-la, os ditos espiritos bons não teriam como permanecer ao seu lado te ajudando, porque deveriam estar junto a outros comprometidos, e vc estaria abanadonado, e a mercê de espiritos do mais baixo escalão, ficando assim maluco como tantos ficaram.

A bíblia fala sobre isso, mas fala sobre aqueles que não cultivaram o Espírito santo de Deus. Como graças a Ele, abandonei os ditos espíritos bons, para me dedicar ao Espírito Bom, minha casa jamais ficou vazia (Glórias sejam dadas a Jesus por isso!), e mesmo tendo sido medium tantos anos, meu estado de depois de conhecer verdadeiramente a Jesus passou a ser infinitamente melhor do que quando era então medium. Não que eles não tivessem tentado atrapalhar minha vida, e como se eu não tivesse aprendido a reconhecer cada um deles (pois eram os próprios que tentaram prejudicar minha vida), mas foram desmascarados bíblicamente, e com palavras de poder no nome de Jesus tiveram que se sujeitar, e nunca mais me encomodar (estranho não?). A bíblia afirma que aquele que teve um encontro com Jesus tem sua casa limpa e ornamentada, mas se não a habita com o Espírito Santo de Deus, ela fica vazia, e o demônio que saiu, anda por lugares áridos e quando não encontra lugar para ficar, decide retornar. Quando retorna e encontra vazia, chama mais sete, e seu estado vem a ser pior do que antes. Mas podemos aplicar a lei da sintonia do pensamento. Aliás, a bíblia diz que nossos olhos são janelas de nossa alma, se nossos olhos são bons, então seremos bons. Então passemos a olhar para as coisas de Deus, e então sim, pensar nas coisas de Deus e então passaremos a agir conforme as coisas de Deus, e Ele estará conosco. Na verdade, Ele nos amará, como amou o jovem rico, pelas suas obras. Mas para o termos, só o confessando como Senhor e Salvador com nossa boca, para que assim, requeiramos o preço do seu sangue vertido na cruz sobre nós, e Jesus se faça ponte entre nós e Deus. Não tem outro caminho, como Ele mesmo disse, é o único. Por isso não adianta falar que você pensa diferente, porque Ele agiu de um modo, e de um modo foi estabelecido o caminho, cabe a você andar por este caminho ou não.

Fé e raciocíonio são coisas opostas entre si, e muito mal encaixadas, deveria saber sobre isso. A fé ensinada na bíblia, é a convicção das coisas que não se ve, a certeza contra a esperança. Fé e raciocínio são opostos entre si, e não podem existir juntos. A fé é exercitada com obras, que declarem sua posição perante as coisas. E isso são coisas diferentes. A fé bíblica é a convicção em sua palavra, mesmo quando tudo diz que não é possível. Exemplo clássico disso é a história do pai da fé Abraão. Ele já era velho e sua mulher, estéril. Mas Deus um dia lhe deu uma promessa, de que seria pai de uma grande nação. Ele creu contra a esperança. O raciocínio lhe dizia que isso nao seria possível, talvez para ser possível, só se fosse conforme alguma teoria como a da reencarnação, outra vida. Mas ele creu exatamente conforme Deus disse, e assim aconteceu em sua vida, e ainda MUITOS anos depois do que já era impossível, ele teve seu filho (conforme promessa, Isaque), e pai de uma grande nação conforme lemos a diante. Isso é fé, e não tem como ser raciocinada. A fé raciocinada se remete a dizer que não existe fé, mas a busca do que se não conhece, para então entender, explicar, e acreditar. E isso é contra a fundamentação bíblica, de Deus, e de Jesus. Se os discípulos tivessem que entender os segredos espirituais e as explicações que os espiritos só vieram explicar 1800 anos depois, porque disseram que naquela época não era possível entender, aleijados não retornariam a andar, cegos de nascença não enxergariam, doentes não seriam curados com a sombra de um homem de Deus, mortos não ressuscitariam (se vai entrar no mérito de catalepsia, acho que precisa estudar mais um pouquinho), demônios não seriam expulsos, vidas não seriam transformadas com um único e simples encontro com Jesus. Portanto, nada melhor do que a Fé em Deus e em sua palavra, que nos faz ir além de nosso entendimento e conhecimento.

Jesus deixou uma religião, e essa religião é diferente do que tratamos hoje. Jesus deixou a religião conforme o que significa a sua palavra, de ligar-se novamente a Deus. E como Ele mesmo declarou, isso é impossível aos homens. E por isso, Ele veio.
Se hoje professo a religião evangélica, é simplesmente porque ela busca seguir conforme o que Cristo disse, e conforme os homens que o conheceram agiram, e vimos que Deus era com Eles. Passamos a agir como tal, e passamos a ver que Deus também vem estar conosco, agindo conforme sua palavra, suas premissas, alcançando suas promessas.

Jesus tem o incrível poder de agir em nossas vidas, nas coisas que não conseguimos por nós mesmos, e que eu cheguei a crer que somente em outras encarnações conseguiria alcançar aquilo. Graças a Deus tem feito coisas maravilhosas em minha família, trazido paz, amor e união entre nós, coisas que o conhecimento da teoria de que teríamos sido inimigos ou coisas do tipo em outras vidas jamais fez efeito algum. Tantas coisas que passei talvez uma década tentando enquanto era espírita, em Cristo consegui em um simples dia que Ele iluminou a sua palavra, eu entendi e tomei posse da vitória. Jesus traz amor, que está acima de explicações, e resulta em ações união e de paz que excedem o entendimento, pois Ele mesmo disse que não nós dá como o mundo nos dá. O Jesus que segundo você, não conheço, faz essas coisas. Mostrou que tinha poder para operar em todas as limitações que encontrava em minha vida. E as maiores delas, Ele já transformou da água para o vinho. O que tenho a fazer se não glorificar esse Jesus que encontrei?

O Jesus que ouvia nos lugares espiritas que frequentava era um mestre. O Jesus que ouvia nos lugares que eu frequentava não era Deus. O Jesus que eu mesmo abria a boca para falar nos lugares espiritas que frequentava, não tinha necessidade nenhuma de ter morrido na cruz, a não ser por um simples exemplo do que os homens eram até então, e do que ele seria.

O Jesus que hoje eu conheço era o verbo, que existia antes de tudo, e que estava com Deus. E que se fez carne e veio ao mundo, em semelhança de homem, e obediente até morte e morte de cruz. Mas que ao terceiro dia ressuscitou, e hoje está vivo e a destra de Deus intercedendo por mim. E que Deus o exaltou sobremaneira, e lhe conferiu o nome que está acima de todo nome, cuja toda língua o confessará como Senhor, e todo joelho se dobrará perante Ele. É o Jesus que afirmou que não passaria um til de sua palavra, antes que ela se cumprisse. Toda palavra na bíblia que conforme vc foi alterada pelos concílios como o de tentro, para mim, tem trazido vitória e crescimento em minha vida, na vida da minha família. Tem sido de poder para quebrantar nossos corações e vencer o lado ruim que há em nós. Tem sido de poder para vencer os vícios, de vencer as obras da carne. De poder para nos colocar na posição que Ele nos quer, e de levarmos a ajuda dEle aqueles que necessitam.

Você não julga necessitar, e por isso não tem o que encontrar. Eu um dia percebi que precisava de ajuda de Deus, que eu era muito limitado, achava que sabia de tudo, que podia discutir com qualquer outra religião, era tão parecido com você. Chego a imaginar que mandaria um e-mail um pouco parecido contigo, porém, mais aprofundado.
Determinado momento de minha vida, percebi que a minha vaidade não me levara a lugar algum. E que eu precisava de algo maior do que esperar outras vidas, do que fazer uma caridade que não tinha o sentido que achava que tinha. Pedir alimento e dar alimentos. Até mesmo ajudar a profissionalizar algumas pessoas, não mudava a morte que elas tinham dentro delas, suas feridas, a falta de Deus. Um dia resolvi ir a igrejas evangélicas desprovidos do meu pensar, achar, ou entender alguma coisa. Sabia que tudo que tinha aprendido durante os 20 anos que conforme vc foram sem estudos, e conforme o que os outros diziam, era que eu era viciado nisso, meu quarto parecia uma biblioteca entulhada de tantos livros espiritas, não iam sumir, não iam evaporar, conhecimento adquirido fica. Então coloquei de lado para ver o que diziam nessas igrejas, e se poderia ter algo de útil para mim. Graças a Deus, Jesus me levou a uma igreja sensata.

Nas três primeiras vezes só ouvi ataques ao espiritismo. Engraçado isso não? A primeira foi na igreja que frequento hoje. Em todos estes anos que lá me encontro depois disso, jamais ouve outro dia em que se tocasse na palavra espiritismo. Interessante não? Mas havia colocado o propósito de que poderiam falar o que falassem, ignoraria o que não me interessasse, queria saber se existia algo de bom lá, que fossem 30 segundos durante as 2 horas. Foi então que comecei a ouvir falar de um Jesus diferente. Um Jesus que não está morto lá na cruz, e nem um Jesus que seria um governador da terra distante. Um Jesus que se importava comigo, me conhecia pelo meu nome, e que tinha grandes coisas para fazer em minha vida. Um Jesus que queria que eu o conhecesse da maneira que me conhecesse, pessoalmente e profundamente. E um Jesus que tinha uma obra em minha vida. Planos para mim, que conforme a bíblia são planos de paz e não de mal.

Me apaixonei por este Jesus que passava a conhecer, e comecei a aprender algumas chaves bíblicas que me abrem o acesso a Ele, e a Deus. Utilizei dessas chaves e passei a ouví-lo, conhecer seus planos, e deixar Ele agir em minha vida. O que tenho a dizer? Fiquei apaixonado, me entreguei completamente, e o que vejo hoje, só me faz perguntar porque não o conheci antes, porque passei tanto tempo estudando religiões, doutrinas, ouvindo espíritos, e crescendo em conhecimento e numa falsa moral.

Jesus é maravilhoso, e os homens só o conhecerão quando reconhecerem que um dia o perderam. Como pode alguém encontrar algo que julga estar em sua posse? Só o conhecerão quando entenderem que erramos e portanto, fomos destituídos da glória de Deus. Mas Deus nos amou de tal maneira que nos mandou o seu filho unigêniito, para que aquele que nEle crê, não pereça, mas tenha vida eterna. Jesus na cruz pagou um preço, e esse preço está aí para as pessoas. As que revogam esse preço para si, adquirem os benefícios que isso nos traz, os que não revogam, porque não entendem, vivem conforme a lei, e suas obras. E a menos que seja perfeito, você sofre com isso.

Mas talvez diga que não sofra, porque corre disso. Eu corri por 20 anos, ignorando o que me fazia mal, e preenchendo meu tempo com o que faria bem, a mim, e ao próximo. Me enganava. Talvez você também se engane.

Porque a pergunta que deve ser feita, a um ex-espírita, não é se ele não conhece aquilo que você tá aprendendo. Provavelmente eu saiba muito mais que você sobre sua doutrina. Ou talvez, esteja se aprofundando naquilo que desbravei. A pergunta é o que foi que ele conheceu de novo que você ainda não conhece.

E isso começa olhando para dentro de si mesmo. Analisando sua vida. Quando você fizer isso, sem medo, descobrirá que tem um vazio enorme dentro de você, que é a ausência de Deus. E quando descobrir esse vazio, a sua doutrina não te ajudará. A não ser como ela tem feito agora, tentando te ocupar de tal maneira que não consiga ver novamente. Propondo a você outro consolador, diferente do que Deus deixou, para que você não busque o consolador prometido. Porque se você encontrá-lo, é impossível permanecer como está.

O espiritismo é a obra mais inteligente que já conheci, fora a de Deus. E é claro, deveria ser. Por isso não foi elaborada por homens, mas codificada por homens. Para conduzir os homens para longe daquilo que não conhecessem.

Pela nossa conversa, acredito que não teremos aquilo que gosto de fazer. Porque não troco e-mails com pessoas que querem discutir, que querem arrotar o que acham que sabem. Troco e-mail com pessoas que estão sendo chamadas por Deus e não sabem, e por isso tem uma curiosidade enorme de saber o que aconteceu comigo, porque não conseguem entender, mas querem de alguma forma, entender. Não discuto sobre religião, falo, converso, e explico as coisas que Jesus disse (que o Pai já explicou para mim, e por isso não posso explicar tudo), e deixo elas encontrarem seu caminho. Em momento algum vai ver eu falando sobre o que acho, mas o que Jesus disse. A não ser que esteja perguntando sobre minha vida.

Tenho segurança em dizer sobre o que Jesus disse, pois Ele prometeu a respeito da sua palavra, é Fiel em cumprí-la, e assim tem feito na vida de milhões de pessoas. Aliás, o que um cristão pode fazer se não afirmar o que Cristo disse? Se ele concorda com parte de sua fala, mas não com toda a sua fala, não se pode dizer cristão. Pode dizer que é simpatizante, pode dizer que é alguma outra coisa que signifique que concorde em partes, não que é cristão, e que por isso, segue a Jesus. Poderia alguém que se diz espírita não crer em reencarnação? Como pode alguém cristão não acreditar no céu e inferno que Jesus disse separados pela sua cruz? Como pode algum cristão não acreditar no que fez? Como pode algum cristão falar que o que Ele disse não foi o que ele disse, mas outra coisa? Então ele é um eucristão, ou hipotesescristão, ou algo do tipo.

Gosto de me dedicar as pessoas que converso, mas sempre com um propósito. Caso o seu propósito seja a euforia da novidade de uma pessoa ex-espírita que se converteu, e que para você só pode ser porque os 20 anos foram nulos, que não sabia ou conhecia o que vc acha que conhece, que quer conversar para tirar mais coisas para falar em sua roda de amigos, podemos parar por aqui, afinal de contas, eu também quero ganhar algo com isso, me alegrar em saber que o que tiver que recorrer a bíblia para passar a alguém está tendo algum fruto em sua vida. Se o que conversarmos valer para você, independente de vc abrir a boca para falar com qualquer outra pessoa, porque dentro de você está tendo um resultado, aí sim, estamos descobrindo o interesse mútuo da conversa.

Peço, porém, que guarde o meu e-mail. E peço ao Pai, que se o que prego, ou falo, ou vim a conhecer, é dEle, que no momento certo de sua vida, Ele o relembre de mim, para que eu o possa ajudar, não de mim mesmo, que não tenho nada para lhe oferecer, mas da parte dEle, que é maravilhoso, e tem um amor enorme por nós.

Agora aos que sentem que algo os motiva a saberem mais, conhecer mais, terei o maior prazer em conversar com você.

Nosso objetivo não é vincular nada aqui. Sou um simples membro de uma igreja, e não há objetivo algum de canalizar ninguém a esta ou outra qualquer. Mas falar a respeito do que temos ouvido.

Um abraço e que Jesus o abençoe,

Ricardo de Magalhães Cruz
ricardo.dmc@gmail.com

Anúncios

Um comentário sobre “Mensagem aos espíritas que gostariam de conversar!

  1. NOSSA!! RICARDO, FIQUEI IMPRESSIONADO COM O QUE DISSE EM RESPOSTA, MUITO LINDAS AS SUAS PALAVRAS E MUITO INTELIGENTES, AMO ESTE JESUS TAMBÉM , PARABÉNS.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s