Mobile: O que falar de Jesus?

Mensagem do celular.

Quando voltamos no tempo há 2 mil anos, falar de Jesus era uma novidade sobre sua pessoa, um novo profeta, mas a sua essência não era novidade, na verdade era uma promessa que aquele povo aguardava, o Messias prometido.

Mas o que dizer sobre o falar de Jesus hoje? Acredito que esse assunto é algo muito discutível e interessante de ser abordado, (vamos tentar do celular).

O que podemos observar pelo dito popular e que é normal falarem da pessoa de Jesus. E o que é falar de uma pessoa? É falar sobre o que ela aparenta, sobre suas atitudes, pensamentos, obras, etc.

Se observarmos sobre aqueles que estavam em seu tempo carnal, vemos 2 tipos de pessoas que falavam a respeito de Jesus: os que o viram, observaram, analisaram; e os que tiveram um encontro com sua palavra, que é uma segunda maneira de ver e falar de Jesus.

O primeiro grupo é simples de dissertar. Eles não tinham muito de concreto para falar, para eles falar de Jesus era como falar de uma outra pessoa qualquer, ou talvez de um outro profeta. Seus comentários tangiam o mundo das contradições conforme sua maneira contraditoria e limitada de ver as coisas, regadas de achismos e confrontos com suas crenças.

Na verdade esse primeiro grupo parece muito com aquele que nos enquadramos diariamente. Fazemos juízo de muitos sobre aquilo que podemos contemplar em poucos instantes, a vida de uma pessoa, em geral entre 20 e 80 anos se resume aquilo que pensou e realizou em um instante. Podemos citar como exemplo os fariseus daquela época. Eles não entenderam que entender sobre Jesus era mais do que costumamos entender sobre uma pessoa qualquer, como a nos mesmos.

Já o segundo grupo tem que falar de um Jesus diferente. De um Jesus que não observaram de longe, mas de alguém que tiveram um encontro. E quando há este encontro algo tem que acontecer, algo que vai mexer com suas entranhas, que vai por em choque a sua cultura, o seu pensar e achar. Vai por em choque algo diferente, um encontro do Bom com o humano, ele terá que se avaliar, se comparar, presenciar amor e bondade desta forma e sentir algo diferente do que você é, e por isso não pode entender, mas só pode visualizar o que você realmente é. Até então você achava que era uma pessoa boa, e então descobre o que verdadeiramente é bom, e que você não era nada do que pensou a vida toda, e que precisa do qu acabou de conhecer. Encontra as respostas para sua vida, mesmo que não consiga explicar nenhuma delas. Encontra o Amor, a Cura, o Perdao, o Sacrificio Vivo. Encontra Cristo.

Encontrar Cristo não é encontrar uma pessoa ou um profeta, e sim a concretização de uma profecia de amor de Deus para nós. É encontrar a palavra de Deus encarnada. Afinal, no principio era o verbo, e o vebo estava com Deus, e o verbo era Deus. Mas o verbo se fez carne.

Ou seja, entender Jesus e conhecer sua essência, que é conhecer a palavra de Deus, cujo Cristo foi o cumprimento. Os discípulos, que ficaram tão conhecidos como apóstolos, nada mais foram do que aqueles que entenderam o que era a promessa sobre o Cristo e então entenderam o seu cumprimento personificado em Jesus.

Conhecer isto e entender que nele se faz necessário cumprir as promessas de Deus para nós por amor e não por obrigação ou merecimento, descrito também como graça.

Por isso vemos uma centana de milhares de interpretações sobre Jesus. Cada um da sua maneira, limitados a sua pequena experiência. As vezes esta experiência é super valorizada pelos homens, e encontramos neste grupo os religiosos, os estudiosos, os filósofos, cientistas, entre tantos outros.

Por outro lado vemos pessoas ate simples, pessoas não valorizadas pelos homens, as vezes pessoas discriminadas pelos homens, como as mulheres daquela época. Pessoas que experimentaram a manifestação da palavra de Deus pelo poder do Espírito Santo personificado pela chave do nome de Jesus, a qual a bíblia diz que todo joelho se dobrara e toda língua confessara que Jesus Cristo e o Senhor.

Como dizia Paulo, hoje em parte conhecemos e em parte profetizamos, mas chegará o tempo em que o que é em partes acabará, ciência e profecias, e o perfeito virá, Jesus face a face.

Porque tem tanta gente hoje que vem falar de Jesus como novidade de vida? Porque está escrito: Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo. 2Co 5:17. Ou seja, não é saber que Jesus existiu que demonstra novidade, mas estar em Cristo.

Pessoas que estão em Cristo aparentam ter descoberto a solução de todos os problemas, a receita da felicidade, a força inabalável, o console bem presente, o amor que preenche e completa perfeitamente. O sobrenatural de Deus está escrito nos livros, mas a novidade vem da experiência deles e não de ouvir falar deles.

E quanto a você? O que fala de Jesus? O que escuta sobre ele? Agora a questão é, o que vive de Jesus? Novidade, eu te garanto que tem.

Em Cristo,

Ricardo de Magalhães Cruz
ricardo.dmc@gmail.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s